landscape-horizon-mountain-cloud-sun-sunrise-809092-pxhere.com

PASTORAL OUTUBRO/2018 | “Todo o meu ser louve ao Senhor” | ROGER ZILZ

O Senhor fez dos céus o seu trono de onde reina sobre todas as coisas. Louvem o Senhor todos os anjos, os poderosos que executam seus planos, os que cumprem cada uma de suas ordens. Sim, louvem ao Senhor os exércitos de anjos, os que o servem e fazem sua vontade. Louve ao Senhor tudo o que ele criou, todas as coisas em todo o seu reino. Todo o meu ser louve ao Senhor. Salmos 103.19-22
Todo o meu ser louve ao Senhor! TODA A NATUREZA CANTA. O salmista conclama a própria alma a louvar ao Senhor (v 1,2). Depois aprende a regozijar-se internamente nos benefícios sem medida da salvação do evangelho. Agora, no fim do salmo, ele percebe uma conexão com a criação que nunca imaginara possível, pois vê o que toda a criação está fazendo: regozijando-se em Deus! Tudo o que ele criou na terra (v 22) e no céu (v 20,21) já canta a Deus e o autor assume sua posição exclusiva no maior de todos os coros e sinfonia.
A fé no evangelho o capacita a ouvir e acompanhar a música. Jonathan Edwards escreveu: “Como todo o mundo saúda, abraça e canta para uma alma entregue ao louvor a Deus”.
Senhor, quando não estou bem contigo, sinto-me sozinho no mundo. Quando, porém, te louvo com todas minhas forças, posso ouvir tua alegria nos pássaros pela manhã e na chuva que cai sobre a água. Senhor, quero fazer parte dessa música; quero cantar a parte que me cabe que tanto acrescenta quanto extrai beleza de toda criação. Amém.